19 de fev de 2018

Dr Fritz e a Mediunidade Inconsciente por Transe Sonambúlico - Como Identificar Animismos



Expliquei em texto anterior sobre o tema, então nada melhor do que trazer o exemplo. De forma resumida, o texto anterior explicou sobre esse tipo de mediunidade. Conheci pessoalmente um único médium que realmente incorporava de forma inconsciente e em transe sonambúlico: meu pai que recebia o espírito do Dr. Fritz. Dos que não vi pessoalmente, apenas o Edson de Queiroz também tinha esse tipo de mediunidade. Todos os demais médiuns que vi por TV ou vídeo (centenas) não apresentavam as características desse tipo de mediunidade: AUSÊNCIA DE SOTAQUE REGIONAL DO MÉDIUM, mudança no timbre da voz, interferência praticamente nula do médium durante o fenômeno, com comunicações e fenômenos de clareza inigualável.

Portanto fica a dica: se não apresentar TODAS as características citadas acima não é médium inconsciente de transe sonambúlico, o que não tem problema algum afinal esse tipo de mediunidade é raríssima mesmo, o problema é não ter e querer parecer que tem, nesse caso entrando na categoria de “ego ilusionista” (que falarei em outro post). Observem com atenção os fenômenos de incorporação e perceberão onde é incorporação mesmo e onde é muito mais animismo (pensamentos e palavras do próprio médium).

Nos dois vídeos a seguir veremos os exemplos, no primeiro o próprio médium e depois já incorporado

Edson (entre os minutos 5:20 a 7:40) explica exatamente o que eu expliquei aqui sobre a mediunidade inconsciente, o transe sonambúlico, a mudança no timbre da voz, ausência de sotaque regional do médium que nota-se é bem carregado. Reparem na explicação abaixo e notem exatamente o timbre, sotaque, trejeitos e maneirismos do médium, (entre os minutos 5:20 e 7:40):   


Agora vejam a manifestação do Dr Fritz exatamente através da mediunidade inconsciente por transe sonambúlico, na qual não se observa sotaque regional do médium, o timbre da voz muda, não há trejeitos do médium, atestando efetiva incorporação inconsciente por transe sonambúlico (entre os minutos 3:40 e o minuto 8:00):


É importante analisarmos esse fenômeno, pois atualmente a maioria das comunicações (99%), via psicofonia e incorporação é consciente ou semi consciente, na qual há grande interferência da mente do médium com seus próprios pensamentos e imaginação e exatamente por isso devemos sempre analisar criteriosamente o conteúdo transmitido na comunicação, buscando sempre comprovações lógicas na realidade dos fatos, como por exemplo, as comunicações ou canalizações que supostamente são de mentores, espíritos, avatares, extraterrestres, guardiões ou outros seres de grande hierarquia, mas que nunca trazem qualquer informação que possa ser comprovada, como por exemplo, missões programadas para o futuro próximo (poucos meses) que se concretizam ou eventos futuros já percebidos por entidades de elevado quilate e que realmente se concretizam. 


Se a comunicação fala apenas de coisas subjetivas, informações que não podem ser comprovadas pela realidade dos fatos, informações como guerras em outras galáxias ou sobre raças extraterrestres e ao mesmo tempo nunca traz uma informação concreta que comprove realmente planejamento da Transição Planetária (falar com antecedência e detalhes de um evento que vai acontecer e acontece) então muito provavelmente trata-se tão somente de animismo e imaginação do próprio médium, ainda que tem intencionado em tentar receber alguma informação de origem espiritual. 

Por tudo isso é fundamental a busca pela comprovação na realidade dos fatos, sem subjetivismos, para eliminar ao máximo os animismos, ainda mais nos dias de hoje que a maioria das comunicações não é inconsciente.

Para constatar as previsões cumpridas trazidas desde 2013 no blog e todo o cronograma mundial dos guardiões que vem se cumprindo desde 2014 com alto grau de detalhamento e acerto, veja maiores informações aqui (clicando no banner):


26 de jan de 2018

Tsunami em Porto Alegre



Manhã de quinta feira em Porto Alegre, dia 25 de janeiro e vivencio uma das experiências projetivas mais fascinantes de toda a minha vida mediúnica.  No histórico das atividades projetivas aprendi com o tempo a diferenciar a visão de tsunamis no mundo astral (algo que, acreditem é bem mais corriqueiro do que no mundo físico) das visões premonitórias (quando enxergo quando e onde ocorrerá um evento no mundo físico). Deixo a seguir dois desses exemplos:


Tsunamis no mundo espiritual (texto de 2012):


Previsão do terremoto na placa de cocos em conjunto com as inundações no Caribe ocorridas na mesma época por conta de furacões:

"Há ainda a previsão, trazida diretamente pelas equipes de Anik e Jeremias, de um evento natural de maiores proporções nas Américas do Sul e Central, devido a um grande tensão acumulada nos últimos 2 anos na placa tectônica de Cocos na junção com a placa do Caribe, na região da Costa Rica e do Panamá, para ocorrer até o final de 2017, quando se encerra o período mais ostensivo da ação dos guardiões nas Américas do Sul e Central para colocar fim aos governos populistas da região. Nas imagens que vi na projeção realizada essa noite (de domingo pra segunda) o cenário de devastação é muito parecido ao ocorrido no Haiti e foi relatado que esse evento será um terremoto podendo acontecer a formação de um pequeno tsunami na região." (1 de fevereiro de 2016)

Texto completo:


Desde aquele dia no começo de 2016 até o grande sismo do México em conjunto com as inundações no Caribe pelos furacões não ocorreu nenhum sismo igual ou superior a 8 graus e quando ocorre, aconteceu exatamente no lugar visto na projeção e exatamente num período com grandes inundações. Trabalhar verdadeiramente com os guardiões superiores ou planetários é isso: conseguir ver o futuro que eles organizam com alto grau de acerto e detalhamento. Outro texto bem interessante que narra uma tsunami no astral está no livro "Brasil o Lírio das Américas" no capítulo "O Lírio e as Tsunamis" página 109.

Feita essa apresentação, que eu acredito possa ajudar as pessoas que sonham ou projetam no astral vendo grandes ondas, trago a experiência projetiva  que vivenciei: SENTIR O IMPACTO DE UM TSUNAMI ASTRAL  DURANTE UMA PROJEÇÃO CONSCIENTE.

No dia 24, assim como nos dias anteriores, foi realizado um grande trabalho por parte dos guardiões para preservar a segurança da atmosfera astral em virtude da relevância do acontecimento que ocorreu em porto alegre (o julgamento e condenação do ex presidente Lula), acontecimento que como era de se esperar mobilizou muita atenção mental da maioria da população favorável a condenação e da minoria contrária a condenação. Da mesma forma que um grande esquema de segurança foi feito no mundo físico o mesmo aconteceu no plano astral, permitindo que tudo ocorre com sucesso, com alguns pequenos incidentes isolados fruto dos ânimos mais exaltados. Até uma chuva com trovoadas caiu exatamente para ajudar a dispersar os últimos manifestantes contrários a condenação do ex presidente. O que eu não imaginava é que o trabalho continuaria no dia seguinte.   

Ao despertar lúcido no plano astral, mais consciente do que se no corpo físico estivesse eu vi que estava dentro de uma grande nave com formato circular com uns 30 metros de diâmetro e uns 5 metros de altura. O material das paredes da nave parecia de natureza metálica e ao mesmo tempo vítrea e por alguma tecnologia que eu desconheço como funciona, se a pessoa quisesse olhar o que havia fora da nave o material parecia responder instantaneamente, passando de metálico para um vidro ou cristal totalmente transparente, permitindo a visualização do exterior da nave. Quando enxerguei o que havia no exterior da nave eu vi que estávamos na rua que resido em Porto Alegre, uns 150 metros acima do prédio que moro. No interior da nave observei muitas pessoas com roupas comuns aos encarnados, na maioria calças jeans ou claras, mas todos com camisas ou blusas brancas, roupa que eu também utilizava plasmada sobre o meu corpo astral. 

Compreendi naquele momento que se tratava de uma operação envolvendo espíritos socorristas, todos com semblantes muito serenos e simpáticos, em especial aqueles que eu olhava nos olhos e reparavam que eu estava bem lúcido dentro da nave. Apesar de não conseguir visualizar os amigos Anik e Jeremias sentia a presença de ambos que provavelmente estavam em uma vibração energética superior a qual eu não conseguia captar com a vista astral. Como os espíritos do lado de lá sabem que esse tipo de lucidez com alto grau de consciência costuma oscilar e normalmente não se mantém por longos períodos durante a projeção astral eu descobri rapidamente qual seria o objetivo daquela missão.

Um dos socorristas que devido ao rosto familiar certamente fazia parte da equipe do Dr Fritz "falou" mentalmente que eu estava ali naquela nave para vivenciar uma nova experiência astral e que eu deveria relatar aquelas sensações para os encarnados.  Antes que eu perguntasse do que se tratava, a minha atenção foi direcionada para uma das janelas e de repente as imagens que estavam na linha do horizonte a uns 7, 8 km se aproximaram instantaneamente (como se a nave estivesse ido até lá em átimo de segundo ou a minha visão mental tivesse sido aproximada daquele local por alguma tecnologia da nave, opção que acredito ser a melhor explicação devido ao tempo de impacto da onda com a nave)


De repente um gigantesco paredão de água começou a se formar, uma água verde com uma cor vibrante e brilhante como uma esmeralda. Pela altura que a nave estava calculei que o paredão de água deveria ter quase uns 200 metros de altura, algo muito próximo do que narrei no livro "Brasil o Lírio das Américas", só que dessa vez eu e a nave não veríamos o fenômeno de cima, mas sim "sentiríamos" ele na própria pele astral.

Em um átimo de segundo eu pensei qual seria a sensação de sentir um impacto energético desses, mas isso eu saberia em poucos segundos. Um barulho como se dez trovões tivessem caído perto da nave e ficassem ecoando sem parar começou a ser ouvido por mim, cada vez mais próximo, a medida que a onda se aproximava rapidamente. Algo realmente assustador, a força vigorosa da natureza, vindo na minha direção. Lembrei naquele átimo de segundo entre o medo e a curiosidade diante daquele fenômeno o relato que meu pai contava quando incorporava o espírito de Frei Fabiano de Cristo: nas poucas vezes que ele veio se comunicar, a reação do meu pai segundos antes da incorporação era sempre a mesma (e única, pois acontecia apenas quando o frei vinha incorporar), ele chorava grossas lágrimas durante 2 ou 3 segundos e então o frei vinha, o que normalmente fazia que uma suave chuva começasse no mesmo instante ou que 5, 6 ou mais mariposas entrassem pela sala escura atraídas pela luz que o frei trazia. Quando perguntavam para o pai o porquê daquele choro ele dizia que sempre que o frei se aproximava para incorporar o máximo que ele conseguia reduzir o seu campo mental ainda fazia com que ele tivesse a aparência de uma gigantesca bola de luz vibrante com mais de 4 metros de altura, algo tão forte, tão puro, uma bondade tão grande que ele sentia tamanha vergonha diante daquele espírito vendo a própria situação como alguém tão longe daquela evolução, que ele simplesmente não continha as lágrimas.

Enquanto a grande onda se aproximava eu virei o meu rosto, o barulho era assustador, a energia que eu podia sentir era imensa como se todo o meu corpo astral vibrasse a semelhança da corda de um violão quando é tocada. Um grupo de uns seis socorristas se aproximou de mim e fez uma espécie de círculo ao meu redor, transmitindo uma vibração mental que pudesse "segurar" o meu corpo astral ali até o impacto da onda, já que a tendência natural era o meu cordão de prata começar a tracionar puxando para o corpo físico.

Quando finalmente a tsunami se chocou violentamente contra a nave eu fechei meus olhos astrais e senti como se não tivesse mais corpo astral, era como se a energia daquela onda e eu fôssemos uma coisa só, não sentia mais a nave e nem os socorristas ao meu redor. Naqueles segundos de completa comunhão com uma energia fabulosa da natureza, ouvi ecoar na minha mente:

– Agora você sabe como as energias da natureza atuam sobre os espíritos desencarnados. Na maioria das vezes é somente assim que eles conseguem sentir Deus, meu filho.

Abri os olhos no  corpo físico sobre a cama e sentia como se a cama e o meu próprio corpo físico fossem muito mais etéreos do que a matéria física (na verdade eu ainda estava mentalmente sentindo meu corpo astral mesmo já dentro do corpo físico). Se não fosse o coração que batia mais acelerado eu poderia jurar que ainda não tinha retornado ao corpo físico. Fiquei naquela repercussão energética por uns 3 ou 5 minutos enquanto ainda sentia o rugido daquela onda ecoando na minha mente e com as imagens da projeção bem vívidas no consciente.

Ao levantar procurei na internet um mapa da localidade onde moro e na direção de onde estava , verificando de onde veio o paredão de água (imagem do mapa  acima) . Ao verificar a trajetória da tsunami astral pude observar que ele passou exatamente pelos locais que foram mais impactados energeticamente pela audiência do dia anterior: o acampamento no anfiteatro por do sol, a região do trf4, proporcionando uma limpeza de formas pensamento densas assim como o resgate de muitos espíritos . Aproveitando que tal ação seria realizada e que havia um médium projetor na região, os espíritos amigos aproveitaram para realizar mais essa ação que representava uma experiência nova para mim, de crescimento espiritual, mas também de estudo e divulgação para as pessoas que se interessam em saber o que acontece do lado de lá no mundo dos espíritos.

Depois de um dia maravilhoso de alegrias como foi o dia 24 eu só tenho a agradecer por esse presente adicional. Há ainda muito trabalho até 2036, muitos desafios, mas esses momentos de alegria fazem todo o esforço valer a pena.

As previsões com alto grau de acerto e detalhamento que vem acontecendo desde 2014 e como adquirir os livros (clique no banner abaixo):